segunda-feira, 26 de junho de 2017

Meus Insetos




A Voz do Coração - 2004

O filme é lindo, sensível, especialmente para quem acredita que a música pode
mudar o futuro de pessoas que vivem à margem da sociedade e são apresentadas e inseridas na sua magia.
Os atores mirins, hoje adultos, são ótimos.
A história é bonita, bem fluida, quase não se percebe o tempo passar.
No IMDB.
Nota 8,0.
Recomendo.

Sinopse do Adoro Cinema: Pierre Morhange (Jacques Perrin) é um famoso maestro que retorna à sua cidade-natal ao saber do falecimento de sua mãe. Lá ele encontra um diário mantido por seu antigo professor de música, Clémente Mathieu (Gérard Jugnot), através do qual passa a relembrar sua própria infância. Mais exatamente a década de 40, quando passou a participar de um coro organizado pelo professor, que terminou por revelar seus dotes musicais.

Diretor: Christophe Barratier

Elenco Principal: 
Gérard Jugnot
François Berléand
Jean-Baptiste Maunier
Maxence Perrin

Trailer:

10.000 Km - 2014

Começa com uma cena beeem tórrida. 
Não é um filme para quem gosta de ação. 
Se passa entre duas pessoas em quatro paredes, ao longo de um relacionamento que era normal e se tornou à distância.
David Verdaguer que faz o personagem Sergi é de tirar o fôlego. 
Bem interessante, bem a vida como ela é.
No IMDB.
Nota 7,0.
Recomendo.

Sinopse do Adoro Cinema: Alexandra (Natalia Tena) e Sergi (David Verdaguer) são um casal que está tentando engravidar até que ela recebe uma proposta de trabalho irrecusável. O problema? O emprego é Los Angeles e os dois moram em Barcelona. Acreditando na força do relacionamento, e como o trabalho é pelo período de um ano, os dois decidem adiar os planos de ter um filho e enfrentar um relacionamento à distância. Afastados por 10.000 quilômetros, as discussões e os momentos de romance serão feitos através das câmeras de seus computadores.

Diretor: Carlos Marques-Marcet

Elenco Principal: 
Natalia Tena 
David Verdaguer

Trailer:

sexta-feira, 23 de junho de 2017

A Idade Chega...

O cara de quase meia idade estava apresentando alguns sinais da velhice, muito embora não se apercebesse disso. Esquecia coisas, apareciam uns fios brancos no seu cavanhaque e em outras partes do corpo, assim por diante... 
Um dia desses ele foi num bar com sua bike, como costumava chamar sua bicicleta. Amarrou-a na lixeira na frente do bar e lá ficou bebendo com seus amigos. 
Bem mais tarde foi para casa. 
Duas outras vezes na mesma semana ele esteve no mesmo bar, encontrando outros amigos. No mesmo lugar onde tinha amarrado a sua bike, tinha outra, nas duas vezes. 
Passou-se a semana, passou o final de semana e na semana seguinte, depois de parar a chuva que não dava trégua há dias na cidade, ele decidiu ir de bike pro seu compromisso. Foi no bicicletário do prédio e nada da sua preciosa. 
Foi aí que ele se deu conta que a bike dele era aquela que continuou amarrada no bar há mais de uma semana... na chuva, no relento, sofrendo até tentativa de assalto. 
Ao chegar no local, constrangido, foi lá explicar pro dono que era dele a magrela abandonada. 
Mas duro mesmo está sendo aceitar que está ficando velho... ;-)

Yorkie


Il Ritorno del Gatto Codabianca

FICÇÃO - IL RITORNO DEL GATTO CODABIANCA
Autor: BRUNO, Tim
Idioma: ITALIANO
Editora: NORD-SÜD
Assunto: Estrangeiro, Ficção
Edição: 1
Ano: 2017
ISSBN: 9788865267547


Resenha segundo a La Feltrinelli: Socrate è un gatto domestico che vive quasi in simbiosi con la sua padroncina Alice, dolce e sensibile, amante dei libri e della filosofia, ma di salute cagionevole. Durante una sosta di viaggio nel tragitto verso le vacanze, la gabbietta di Socrate viene sfortunatamente dimenticata. Il gatto si ritrova improvvisamente solo con l'unica volontà di ritornare dalla piccola Alice. Inizia così il lungo viaggio verso casa. Età di lettura: da 7 anni.


Minha Opinião: Meu primeiro livro italiano. Amei. É um livro para crianças italianas de sete anos ou estrangeiros bobos que como eu tentam aprender um pouco a língua de seus antepassados.
Leitura simples, gostosa, rápida e a historinha é fofa, com gato envolvido. Recomendo para quem está começando aprender italiano. 
Para iniciantes é bom ter um dicionário à mão por conta de alguns substantivos pouco usados em aulas de italiano.

Nota: ♥♥♥♥

quinta-feira, 22 de junho de 2017

A Cueca


Todo dia um "causo" onde conto o milagre mas não o santo...
...
Um conhecido meu, metido a galã de rodoviária, acordou atrasado e na pressa vestiu a calça que tinha tirado no dia anterior. Chegou no serviço e correu para seus afazeres que consistiam basicamente em visitas internas na empresa atendendo usuários de computador.
O vivente andou pra cima e pra baixo, correndo para lá e para cá quase até meio-dia, quando resolveu ir no banheiro.
Sentado no vaso ele viu que tinha algo branco pendurado na perna, no lado de fora. Seria um pano? Uma toalha? Um guardanapo? 
Não, era uma cueca. Uma cueca dele... e um filme rodou na sua cabeça: na noite anterior por preguiça tinha tirado tudo junto e jogado no lado da cama. De manhã vestiu a calça com a cueca escondida na perna por causa do atraso. 
A cueca desceu e ele arrastou aquilo por toda manhã e ninguém avisou... 
A vergonha foi tanta que até hoje ele tenta lembrar com quem falou e em quais salas esteve, sem sucesso.

A Menininha - II


O "causo" de hoje, lembrando que são inspirações baseadas em fatos que podem ou não ter ocorrido. 
...
Era uma vez uma menininha por volta de cinco anos, daquele tipinho bem irritante de criança. 
O pai da menininha era bancário e tinha um especial apego ao seu carro. Todo dia depois do almoço e da janta ele saia discretamente para analisar a lataria, se tinha algum arranhão.
Num dia bem frio, daqueles frios que só acontecem na serra gaúcha, a mãe da menininha precisou ir na farmácia longe várias quadras de casa.
Colocou o filho bebê e a filha no banco traseiro e saiu, com cuidado, de carro.
Quis o destino que a mãe, ao estacionar na diagonal em frente à farmácia, atropelasse um coqueiro que se atravessou no canteiro na frente dela.
A mãe fez mil recomendações para a menininha, pedindo que deixasse o pai almoçar - ele sempre ia para casa fazer as refeições - e depois ela contaria. Caso contrário ele perderia o apetite e ficaria com fome o resto do dia. A menininha concordou.
Chegaram em casa, a mãe colocou o carro amassado na garagem e voltou a recomendar que a filha não falasse nada.
Almoço servido, barulho no portão e a menina sai correndo para receber o pai.
- Pai, pai, a mãe vai te contar depois do almoço que bateu o carro na árvore...
😖😖😖😖😖😖😖

A Menininha


No conto de hoje agreguei três meninas numa historinha só.. qualquer
semelhança é era coincidência. Ou não.

...
Havia uma outra menininha de uns 3 anos cujo apelido carinhoso era draga. Ela comia tudo. Comia até terra e talco...
Isso se tornava por vezes perigoso, porque o que ela engolia não dava só dor de barriga. Incontáveis vezes ela foi parar no hospital. 
Era um perigo pois certa feita a barriga dela estava cheia de moedas e se um bandido soubesse...
Numa das vezes ela engoliu uma bexiguinha de aniversário e quando saiu a mãe se assustou pensando que eram vermes...
Noutro dia ela foi com sua família conhecer uma nova priminha que nascera em outra cidade, e na mesa do almoço ela começou a ficar roxa, azul... viraram a pobrezinha de ponta cabeça e ela colocou um ovo pela boca. Tinha uma bandeja de ovos cozidos na mesa e sem ninguém perceber ela passou a mão num e engoliu inteiro.
Mas essa gula não se restringia a alimentos. Numa tentativa de provar o gosto de uma sombrinha, ela fincou o cabo de uma na parte de baixo da boca que só não saiu por baixo por causa da pele... passou uns meses com papo preto de sapo devido aos pontos e o machucado...
Mas o tempo passou e quem vê a mulher estilosa de hoje não imagina a fome que passou no seu passado... 

terça-feira, 20 de junho de 2017

Torre dos Desafios do Desenhista - Iniciante

Porque apesar de não saber desenhar, eu amo desenhar mesmo assim!
Vamos lá à primeira Torre...

Dia 1 - 3 Mãos em Posições Diferentes


Dia 2 - 3 Pares de Pés em Posições Diferentes


Dia 3 - Par de Tênis


Dia 4 - Rosto de Mulher Sensual


Dia 5 - Rosto de Homem Brutamontes Nervoso


Dia 6 - Rosto de Pessoa Gorda